POSTS RECENTES
Please reload

Ashgabat: Conheça a cidade de Mármore

28 Mar 2019

 

Assim como muitos de vocês, estamos acompanhando essa jornada massa de Anderson do @196sonhos. Ontem ele conheceu uma cidade que tem uma arquitetura sensacional. Ashgabat (ou Asgabate, “Cidade do Amor”), a capital política e maior cidade do Turcomenistão, país da Ásia Central predominantemente desértico, que ficou independente da antiga União Soviética. É relativamente jovem, e surgiu sobre as ruínas de uma outra cidade atingida em 1948 por um terremoto que além de ter a destruído, matou mais de 100 mil pessoas.

Após esse terremoto devastador, a cidade ficou dividida em duas: A cidade velha e a cidade nova

 

 

1. Cidade Velha

 

    A cidade velha é a parte que não foi atingida pelo terremoto, possui um visual pós soviético onde pessoas andam normalmente pelas ruas, usando tudo que esta parte da cidade tem a oferecer.  

 

2. Cidade Nova

 

    Já a parte que foi completamente devastada, foi reconstruída, ficando conhecida como a Cidade Branca. Pois essa parte da cidade inteira possui as fachadas dos edifícios e casas construídas com o Mármore Branco Sivec. Essa pedra, de origem grega, é mais resistente e menos porosa, por isso pode ser usada em áreas externas, diferente do mármore comum, que por ser menos resistente e mais poroso, seria facilmente degradado.

    A cidade nova começou a ser construída em 1991, pelo ditador Turkmenbashi. Ele considerava que fosse representar uma nova era de ouro do Turcomenistão. O resultado dessa nova fase de obras foi a área nova de Ashgabat, repleta de palácios dourados e monumentos cobertos de neon e mármore branco, como já foi dito.

 

    Depois de sair da União Soviética, a cidade ganhou muitos prédios residenciais altos. Técnicas modernas de construção permitem o desenvolvimento de edifícios altos (principalmente 12 andares) com proteção relativamente boa contra terremotos. Nas torres residenciais típicas, o primeiro andar é normalmente uma área de compras ou de serviços.  

 

   

    Outra curiosidade da cidade são as travessias das ruas serem subterrâneas, com várias lojas como se fossem galerias.

 

 

    O mais peculiar desta cidade é que mesmo com esse planejamento urbano incrível, não tem quase ninguém morando lá! É como se fosse uma cidade fantasma, já que foi projetada para 2050. Sabendo que em 2050 a população será bem maior, as ruas são largas e existem muitos prédios inabitados! A construção de vários ministérios e departamentos, centros de ensino e pesquisa e culturais está completa. O desenvolvimento de edifícios de escritórios e espaços públicos ao longo da avenida continua sendo feito. Inclusive, em breve a cidade antiga será destruída para dar continuidade a construção da cidade nova.

 

Falando mais especificamente de alguns edifícios, vamos pontuar:

 

1. A Torre Turcomenistão

 

    Iniciada em 2008 e finalizada em 2011, é o prédio mais alto da capital, com 211 metros. A principal função da torre é servir de antena de TV e radiocomunicações, mas, além disso, há também um centro turístico com uma variedade de atrações interessantes.

    A uma altura de 145 metros (29 º andar), há um restaurante giratório que apresenta a combinação dos elementos de decoração nacional e tendências modernas em estilos arquitetônicos. De lá, é possível admirar as vistas de Asgabate e as paisagens naturais locais. A uma altura de 140 metros (no 28º andar), há uma sala VIP.

 

 

 

 

 

2. Aeroporto Internacional de Ashgabat

 

    O complexo de 3,07 bilhões de dólares foi projetado para replicar a forma de um falcão em vôo e promete comportar até 1600 passageiros a cada hora. Mas sua abertura oficial foi ofuscada por uma conclusão séria - dificilmente alguém vai usá-la.

 

 

 

3. A casa da Criatividade Livre

 

    Construído em 2006 e com formato de um livro, o prédio foi feito para que os jornalistas do país tivessem mais conforto. Contudo, o Turcomenistão é governado por um ditador, onde por exemplo a internet é controlada pelo governo. Mostrando que o nome do prédio não condiz com as atividades dele.

 

 

4. Complexo Olímpico Ashgabat

    Desenvolvido pelo escritório de arquitetura Arup e construído baseado no padrão da federação internacional de esportes, o Complexo Olímpico Ashgabat, no centro do Turquemenistão, será um dos maiores edifícios projetados inteiramente pelo escritório Arup. Contando com 750.000 metros quadrados de edifícios esportivos e sociais, foi confirmado o contrato para a segunda fase do projeto que irá aderir centros aquáticos, arenas para atletismo indoor, e um centro de tênis, o espaço ainda terá um velódromo, salas de formação, hotéis, escritórios, um centro médico e acomodações para a imprensa.

 

Agradecemos ao pernambucano Anderson que está realizando o sonho de muitas pessoas ao viajar o mundo, nos apresentando novos  lugares e inspirando nossos projetos!

 

Share on Facebook
Please reload

Please reload

PROCURAR POR TAGS
NOSSAS REDES
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • LinkedIn - White Circle